Motorista não será julgado pela morte de jovem em Paços de Ferreira

Motorista não será julgado pela morte de jovem em Paços de Ferreira

169
0
COMPARTILHE

O juiz de instrução criminal do Marco de Canaveses entendeu que, ´perante a prova recolhida´, não se podia imputar a morte da jovem de 20 anos à ´conduta negligente` do funcionário da transportadora, entretanto o motorista da Auto Viação Pacense, não será julgado pelo crime de homicídio por negligência.

Sobre o caso:

No dia 01 de novembro de 2016, um autocarro que circulava de Freamunde para Paços de Ferreira, aproximou-se da rapariga de 19 anos que, naquela ocasião, caminhava sozinha a passeio da Avenida São Domingos, ainda em Carvalhosa, e sem que nada o fizesse prever, a porta lateral que dá acesso à bagageira abriu, atingindo a jovem Ana Rita Ribeiro.

Devido ao impacto sofrido a jovem bateu com a cabeça, o que lhe provocou um traumatismo craniocefálico grave, sendo logo encaminhada para o Hospital Saõ João, no Porto, entretanto a jovem não resistiu aos ferimentos, falecendo quatro dias após o ocorrido.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA